LAGOA PRÓPRIA NÃO É CAPA DE JORNAL

DSC_0004

O projeto Balneabilidade, da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), chega à sua décima semana de divulgação na temporada 2020/2021 apontando nova redução de pontos impróprios para banho. A Praia do Laranjal estigmatizada pela contaminação das águas da Lagoa dos Patos, possui há mais de quatro semanas consecutivas, 7 de 8 pontos próprios para banho. Apenas um ponto, no balneário dos Prazeres, em frente à estátua de Iemanjá é indicado como impróprio.

Água salgada e cristalina

Desvalorizar a praia estampando manchetes em capa de jornal com placas de águas impróprias, leva os pelotenses e visitantes a construir uma relação equivocada com nossas águas. A necessidade de se melhorar a balneabilidade das praias do Laranjal, é também econômica. Afinal, com uma boa qualidade de banho, o turismo seria fortemente alavancado. “A presença de salinidade, pH e bactérias é levada em conta na hora de verificar a qualidade da água”, afirma químico responsável pela análise da análise no Sanep.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *