Município arrecada alimentos durante vacinação contra Covid

98361724_1573130766184936_2841325766308790272_n

Campanha começa nesta sexta-feira (2). Doações destinam-se à população em vulnerabilidade social devido à pandemia

A proteção mais esperada por todos e um gesto de solidariedade unidos no mesmo momento e locais. A partir desta sexta-feira (2), a Prefeitura de Pelotas inicia a arrecadação de alimentos nos pontos de vacinação contra a Covid-19. As doações serão encaminhadas para a assistência social do Município, que irá distribuir às famílias que estejam enfrentando dificuldades financeiras ou em vulnerabilidade social, causadas pela pandemia do coronavírus.

A prefeita Paula Mascarenhas aderiu à ideia, proposta pelo vereador Paulo Coutinho (Cidadania), de unir o momento de vacinação com um gesto de solidariedade. Segundo ela, a iniciativa é de extrema importância, principalmente pelo momento difícil enfrentado por muitas famílias durante a crise sanitária.

“Nós estamos seguindo o exemplo de outros municípios, e aproveitando esse momento da vacinação para que a gente exerça a solidariedade, uma característica do povo de Pelotas. Para que possamos também, por meio da Secretaria de Assistência Social, distribuir esses alimentos a quem mais precisa, a quem está sendo vítima da Covid-19, não pelo adoecimento, mas pela perda de renda e pela vulnerabilidade. Pessoas que precisam também do nosso olhar, da nossa atenção”, disse Paula.

Como será a arrecadação

A campanha de arrecadação de alimentos ocorrerá em todos os locais onde estão sendo aplicadas as vacinas contra a Covid-19, iniciando-se nesta Sexta-feira Santa, no drive-thru para idosos como mais de 67 anos, no Centro de Eventos da Fenadoce.

A pessoa que vai receber a imunização poderá doar um quilo de alimento não perecível, assim como seus acompanhantes. Na próxima semana, os produtos também serão coletados nas sete escolas em que ocorre a vacinação nos bairros de Pelotas. A arrecadação será contínua, enquanto ocorrer a campanha de vacinação.

Destino das doações

Segundo o secretário de Assistência Social, José Olavo Passos, as doações serão entregues à comunidade, pela Secretaria, a partir do cadastramento das pessoas que procuram os serviços, com prioridade àquelas que forem identificadas em situação de vulnerabilidade social e dificuldades financeiras ocasionadas pela pandemia.

“Os alimentos serão distribuídos através do Plantão Social, dos Centros de Referência Especializados em Assistência Social, os Creas; e dos Centros de Referência de Assistência Social, os Cras. As pessoas nos procuram, a gente faz o cadastro, identifica, realiza todo o procedimento e distribuí de maneira justa, como tem sido feito até agora. Isso vai nos ajudar muito, porque a busca por alimentos tem aumentado em função da pandemia”, afirma o gestor da pasta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *